Estadão Analisa com Carlos Andreazza

Estadão

O novo podcast do Estadão vai trazer o jornalista Carlos Andreazza em um papo reto e sem rodeios sobre os principais assuntos do momento.

Comece suas manhãs com uma das principais vozes da análise política brasileira.

read less
NotíciasNotícias

Episódios

Haddad anuncia contingenciamento insuficiente
Há 2 dias
Haddad anuncia contingenciamento insuficiente
Apresentado pelo colunista Carlos Andreazza, programa diário no canal do Estadão no YouTube trará uma curadoria dos temas mais relevantes do noticiário, deixando de lado o que é espuma, para se aprofundar no que é relevante. No “Estadão Analisa” desta sexta-feira, 19, Carlos Andreazza fala sobre a decisão do Ministro da Fazenda, Fernando Haddad, de anunciar um bloqueio e contingenciamento considerados insuficientes para resolver os desafios fiscais do país. Andreazza argumenta que medidas paliativas como essas não conseguem abordar as raízes profundas do problema, e que soluções mais estruturais são necessárias para estabilizar a economia. Outro ponto é a controversa imposição de sigilo de 100 anos sobre informações relativas a conflitos de interesse de ministros, que Andreazza denuncia como falta de transparência do governo. A solicitação seria para acesso a um documento fornecido pelo ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, para avaliação de possível conflito de interesse para o exercício do cargo. Além disso, o caso Âmbar Energia volta a ser debatido com Andreazza apontando como diversas figuras envolvidas agora tentam se distanciar das responsabilidades. Assine por R$1,90/mês e tenha acesso ilimitado ao conteúdo do Estadão. Acesse: https://bit.ly/oferta-estadao O 'Estadão Analisa' é transmitido ao vivo de segunda a sexta-feira, às 7h, no Youtube e redes sociais do Estadão. E depois, fica disponível no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência. Apresentação: Carlos AndreazzaEdição/Pós-produção: Jefferson PerlebergCoordenação: Gabriel Pinheiro e Everton OliveiraSee omnystudio.com/listener for privacy information.
O projeto da Petrobras para concentrar poder sobre a cadeia de combustíveis
Há 3 dias
O projeto da Petrobras para concentrar poder sobre a cadeia de combustíveis
Apresentado pelo colunista Carlos Andreazza, programa diário no canal do Estadão no YouTube trará uma curadoria dos temas mais relevantes do noticiário, deixando de lado o que é espuma, para se aprofundar no que é relevante. No “Estadão Analisa” desta quinta-feira, 18, Carlos Andreazza discute os recentes movimentos da Petrobras em relação à concentração de poder sobre a cadeia de combustíveis. A Petrobras e o fundo Mubadala, que controla a Acelen, empresa dona da refinaria de Mataripe (BA), avançaram nas negociações para a volta da estatal à unidade vendida em 2021, segundo reportagem do Estadão. (https://www.estadao.com.br/economia/p...) Outro tema importante abordado no podcast é a busca do ministro da Defesa, José Mucio Monteiro, por recursos adicionais para as Forças Armadas, destacando as dificuldades orçamentárias e as prioridades estratégicas do país. Andreazza também comenta a pressão dos governadores que tentam ampliar as modalidades de não pagamento de dívidas, buscando alternativas para aliviar os cofres estaduais. Assine por R$1,90/mês e tenha acesso ilimitado ao conteúdo do Estadão. Acesse: https://bit.ly/oferta-estadao O 'Estadão Analisa' é transmitido ao vivo de segunda a sexta-feira, às 7h, no Youtube e redes sociais do Estadão. E depois, fica disponível no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência. Apresentação: Carlos AndreazzaEdição/Pós-produção: Jefferson PerlebergCoordenação: Gabriel Pinheiro e Everton OliveiraSee omnystudio.com/listener for privacy information.
Lula e sua dúvida permanente sobre cortar despesas
Há 4 dias
Lula e sua dúvida permanente sobre cortar despesas
Apresentado pelo colunista Carlos Andreazza, programa diário no canal do Estadão no YouTube trará uma curadoria dos temas mais relevantes do noticiário, deixando de lado o que é espuma, para se aprofundar no que é relevante. No “Estadão Analisa” desta quarta-feira, 17, Carlos Andreazza comenta as últimas mudanças no texto da regulamentação da reforma tributária na Câmara dos Deputados. Na reta final da votação, deputados do Amazonas conseguiram emplacar mudanças na regulamentação que favorecem a Zona Franca de Manaus em relação à proposta original do Ministério da Fazenda. Mesmo assim, os parlamentares não ficaram satisfeitos e prometem pressionar por mais incentivos na tramitação no Senado. Outro tema de destaque é a hesitação do presidente Lula em relação à necessidade de cortar despesas. Carlos Andreazza analisa como essa indecisão afeta a confiança do mercado e a implementação de políticas fiscais. Já para o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, os problemas enfrentados são, em grande parte, de comunicação ou de descontextualização, e que seriam resolvidos com uma estratégia de comunicação mais eficaz. Assine por R$1,90/mês e tenha acesso ilimitado ao conteúdo do Estadão. Acesse: https://bit.ly/oferta-estadao O 'Estadão Analisa' é transmitido ao vivo de segunda a sexta-feira, às 7h, no Youtube e redes sociais do Estadão. E depois, fica disponível no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência. Apresentação: Carlos AndreazzaEdição/Pós-produção: Jefferson PerlebergCoordenação: Gabriel Pinheiro e Everton OliveiraSee omnystudio.com/listener for privacy information.
A gravação de Bolsonaro e os benefícios aos Batistas
Há 5 dias
A gravação de Bolsonaro e os benefícios aos Batistas
Apresentado pelo colunista Carlos Andreazza, programa diário no canal do Estadão no YouTube trará uma curadoria dos temas mais relevantes do noticiário, deixando de lado o que é espuma, para se aprofundar no que é relevante. No “Estadão Analisa” desta terça-feira, 16, Carlos Andreazza fala sobre a gravação divulgada nesta segunda-feira do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), durante uma reunião com o ex-ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) Augusto Heleno e advogadas de Flávio Bolsonaro (PL-RJ). Eles discutiram formas de buscar dados sobre a investigação contra o senador do PL. O áudio veio a público após ter seu sigilo derrubado pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF, e faz parte do inquérito que investiga o uso da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) para espionagem ilegal de opositores de Bolsonaro. No episódio, Andreazza também comenta o caso dos executivos da Âmbar Energia, empresa dos irmãos Joesley e Wesley Batista, que foram recebidos 17 vezes no Ministério de Minas e Energia fora da agenda oficial antes da edição da medida provisória que beneficiou um negócio da companhia na área de energia elétrica. O colunista critica a postura patrimonialista deste e de outros governos ao assumir o poder, destacando como esses governos frequentemente favorecem interesses privados em detrimento do bem público. Assine por R$1,90/mês e tenha acesso ilimitado ao conteúdo do Estadão. Acesse: https://bit.ly/oferta-estadao O 'Estadão Analisa' é transmitido ao vivo de segunda a sexta-feira, às 7h, no Youtube e redes sociais do Estadão. E depois, fica disponível no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência. Apresentação: Carlos AndreazzaEdição/Pós-produção: Jefferson PerlebergCoordenação: Gabriel Pinheiro e Everton OliveiraSee omnystudio.com/listener for privacy information.
Rodrigo Pacheco e o projeto de estímulo aos governantes ‘caloteiros’
Há 6 dias
Rodrigo Pacheco e o projeto de estímulo aos governantes ‘caloteiros’
Apresentado pelo colunista Carlos Andreazza, programa diário no canal do Estadão no YouTube trará uma curadoria dos temas mais relevantes do noticiário, deixando de lado o que é espuma, para se aprofundar no que é relevante. No “Estadão Analisa” desta segunda-feira, 15, Carlos Andreazza fala da aprovação da PEC da Anistia na Câmara, que agora tramita no Senado. Essa emenda perdoa todas as legendas que não cumpriram a cota mínima de recursos destinados às candidaturas de pessoas pretas e pardas nas últimas eleições, gerando um debate sobre o descumprimento das normas eleitorais. Outro tema analisado é a negociação do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, com o governo federal para facilitar o pagamento das dívidas estaduais, que chegam a R$ 740 bilhões. Andreazza critica a proposta que, ao invés de promover responsabilidade fiscal, parece, em suas palavras, dar um “calote” nas contas públicas. Além disso, o episódio também discute a decisão do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (TCU) de solicitar a suspensão de um acordo que favorece a empresa dos irmãos Batista, a Âmbar Energia, por não cumprir com licitações no mercado energético. Assine por R$1,90/mês e tenha acesso ilimitado ao conteúdo do Estadão. Acesse: https://bit.ly/oferta-estadao O 'Estadão Analisa' é transmitido ao vivo de segunda a sexta-feira, às 7h, no Youtube e redes sociais do Estadão. E depois, fica disponível no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência. Apresentação: Carlos AndreazzaEdição/Pós-produção: Jefferson PerlebergCoordenação: Gabriel Pinheiro e Everton OliveiraSee omnystudio.com/listener for privacy information.
A PEC do Esculacho: Câmara se anistia e vai descansar
12-07-2024
A PEC do Esculacho: Câmara se anistia e vai descansar
Apresentado pelo colunista Carlos Andreazza, programa diário no canal do Estadão no YouTube trará uma curadoria dos temas mais relevantes do noticiário, deixando de lado o que é espuma, para se aprofundar no que é relevante. No “Estadão Analisa” desta sexta-feira, 12, Carlos Andreazza aborda a controversa aprovação da apelidada PEC da Anistia, que perdoa todas as legendas que não cumpriram a cota mínima de recursos para candidaturas pretas e pardas nas últimas eleições. Andreazza critica essa medida, argumentando que é um evidente sinal de desrespeito à população e aos princípios de ética na política. A Câmara aprovou a proposta em dois turnos, e o pagamento das cotas raciais descumpridas deverá ser realizado de forma retroativa, a partir de 2026. A decisão ainda depende do aval do Senado. Outro tema central do podcast é a decisão do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (TCU) de solicitar a suspensão de um acordo que favorece a empresa dos irmãos Batista, a Âmbar Energia. Além disso, Andreazza também comenta sobre a Reforma Tributária, agora nas mãos do Senado. Por fim, a análise da existência de uma suposta Abin Paralela, que, segundo Andreazza, de paralela não tem nada, revela as preocupações com a utilização de órgãos de inteligência para fins escusos e não republicanos, enfatizando a urgência de uma reavaliação dos mecanismos de controle e transparência dessas instituições. Assine por R$1,90/mês e tenha acesso ilimitado ao conteúdo do Estadão. Acesse: https://bit.ly/oferta-estadao O 'Estadão Analisa' é transmitido ao vivo de segunda a sexta-feira, às 7h, no Youtube e redes sociais do Estadão. E depois, fica disponível no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência. Apresentação: Carlos AndreazzaEdição/Pós-produção: Jefferson PerlebergCoordenação: Gabriel Pinheiro e Everton OliveiraSee omnystudio.com/listener for privacy information.
Reforma tributária e decisões favoráveis a irmãos Batista
11-07-2024
Reforma tributária e decisões favoráveis a irmãos Batista
Apresentado pelo colunista Carlos Andreazza, programa diário no canal do Estadão no YouTube trará uma curadoria dos temas mais relevantes do noticiário, deixando de lado o que é espuma, para se aprofundar no que é relevante. No “Estadão Analisa” desta quinta-feira, 11, Carlos Andreazza comenta sobre a aprovação do texto-base da regulamentação da Reforma Tributária, um marco significativo na política econômica brasileira. Andreazza explora os principais pontos da reforma, como a trava para IVA e a inclusão da carne na cesta básica, após pressão no Congresso. O episódio também aborda a recente suspensão de uma licitação da Secretaria de Comunicação (Secom) pelo Tribunal de Contas da União (TCU), ressaltando as razões e possíveis desdobramentos dessa decisão. E o colunista volta a discutir o caso dos executivos da Âmbar Energia, dos irmãos Joesley e Wesley Batista, que foram recebidos 17 vezes no Ministério de Minas e Energia fora da agenda oficial antes da edição da medida provisória que beneficiou um negócio da companhia na área de energia elétrica e repassou o custo para todos os consumidores brasileiros. Assine por R$1,90/mês e tenha acesso ilimitado ao conteúdo do Estadão. Acesse: https://bit.ly/oferta-estadao O 'Estadão Analisa' é transmitido ao vivo de segunda a sexta-feira, às 7h, no Youtube e redes sociais do Estadão. E depois, fica disponível no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência. Apresentação: Carlos AndreazzaEdição/Pós-produção: Jefferson PerlebergCoordenação: Gabriel Pinheiro e Everton OliveiraSee omnystudio.com/listener for privacy information.
O Brasil que não sai do lugar e a influência dos irmãos Batista
10-07-2024
O Brasil que não sai do lugar e a influência dos irmãos Batista
Apresentado pelo colunista Carlos Andreazza, programa diário no canal do Estadão no YouTube trará uma curadoria dos temas mais relevantes do noticiário, deixando de lado o que é espuma, para se aprofundar no que é relevante. No “Estadão Analisa” desta quarta-feira, 10, Carlos Andreazza comenta a estagnação econômica e os entraves que, em sua opinião, impedem o progresso do país. O colunista também fala da recente notícia sobre a empresa dos irmãos Batista, que foi recebida 17 vezes em ministérios antes de ser beneficiada pelo governo, levantando questões sobre a influência política e as relações empresariais no Brasil. Outro ponto de destaque foi a volta da Petrobras à Bolívia, um movimento estratégico que pode ter implicações importantes para o setor energético e as relações bilaterais entre os dois países. Além disso, o colunista comenta sobre a “aceleração” do presidente da Câmara, Arthur Lira. E critica os atropelos de Lira ao acelerar projetos de lei de maneira controversa, sem o devido processo legislativo tradicional. Assine por R$1,90/mês e tenha acesso ilimitado ao conteúdo do Estadão. Acesse: https://bit.ly/oferta-estadao O 'Estadão Analisa' é transmitido ao vivo de segunda a sexta-feira, às 7h, no Youtube e redes sociais do Estadão. E depois, fica disponível no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência. Apresentação: Carlos AndreazzaEdição/Pós-produção: Jefferson PerlebergCoordenação: Gabriel Pinheiro e Everton OliveiraSee omnystudio.com/listener for privacy information.
‘Rachadinha orçamentária’ e o caso das joias
09-07-2024
‘Rachadinha orçamentária’ e o caso das joias
Apresentado pelo colunista Carlos Andreazza, programa diário no canal do Estadão no YouTube trará uma curadoria dos temas mais relevantes do noticiário, deixando de lado o que é espuma, para se aprofundar no que é relevante. No “Estadão Analisa” desta terça-feira, 09, o colunista Carlos Andreazza comenta sobre as denúncias de ‘rateio’ irregular de emendas de bancada, que somam R$ 11,2 bilhões. O caso, desvelado em reportagem do Estadão, mostra que em várias bancadas, deputados e senadores passaram a dividir as emendas em pequenos montantes, enviando-as a prefeituras e entidades como se fossem emendas individuais. O episódio também explora o escândalo das joias, envolvendo o ex-presidente Jair Bolsonaro e aliados. Além das denúncias de corrupção, o colunista também fala sobre a recente encomenda de navios pela Petrobras, que representa um movimento estratégico para impulsionar a indústria naval brasileira. Carlos Andreazza comenta ainda sobre a regulamentação da reforma tributária, que até o momento mantém privilégios para certos setores, perpetuando desigualdades no sistema fiscal e sinalizando um possível aumento da alíquota geral. Assine por R$1,90/mês e tenha acesso ilimitado ao conteúdo do Estadão. Acesse: https://bit.ly/oferta-estadao O 'Estadão Analisa' é transmitido ao vivo de segunda a sexta-feira, às 7h, no Youtube e redes sociais do Estadão. E depois, fica disponível no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência. Apresentação: Carlos AndreazzaEdição/Pós-produção: Jefferson PerlebergCoordenação: Gabriel Pinheiro e Everton OliveiraSee omnystudio.com/listener for privacy information.
As corridas das emendas e da reforma tributária
08-07-2024
As corridas das emendas e da reforma tributária
Apresentado pelo colunista Carlos Andreazza, programa diário no canal do Estadão no YouTube trará uma curadoria dos temas mais relevantes do noticiário, deixando de lado o que é espuma, para se aprofundar no que é relevante. No “Estadão Analisa” desta segunda-feira, 08, o colunista Carlos Andreazza fala sobre a corrida das emendas parlamentares e como essa distribuição, especialmente em um ano de eleições municipais, se tornou uma ferramenta vital para a negociação política no Congresso. Outra corrida em andamento no Congresso Nacional é a pela reforma tributária, um dos principais objetivos do governo e também do presidente da casa, Arthur Lira, é a aprovação da regulamentação da reforma. Além disso, o episódio aborda também os limites para o corte de gastos prometido pelo governo que tem dificuldades em equilibrar a necessidade de ajuste fiscal com a manutenção de investimentos essenciais em áreas como saúde, educação e infraestrutura. A análise de Andreazza traz uma perspectiva crítica sobre as promessas de austeridade feitas pelo ministro da Fazenda, Fernando Haddad. Assine por R$1,90/mês e tenha acesso ilimitado ao conteúdo do Estadão. Acesse: https://bit.ly/oferta-estadao O 'Estadão Analisa' é transmitido ao vivo de segunda a sexta-feira, às 7h, no Youtube e redes sociais do Estadão. E depois, fica disponível no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência. Apresentação: Carlos AndreazzaEdição/Pós-produção: Jefferson PerlebergCoordenação: Gabriel Pinheiro e Everton OliveiraSee omnystudio.com/listener for privacy information.
Bolsonaro indiciado, reforma tributária e a corrida das emendas
05-07-2024
Bolsonaro indiciado, reforma tributária e a corrida das emendas
Apresentado pelo colunista Carlos Andreazza, programa diário no canal do Estadão no YouTube trará uma curadoria dos temas mais relevantes do noticiário, deixando de lado o que é espuma, para se aprofundar no que é relevante. No “Estadão Analisa” desta sexta-feira, 05, o colunista Carlos Andreazza fala sobre o recente indiciamento do ex-presidente Jair Bolsonaro, por peculato, associação criminosa e lavagem de dinheiro. Andreazza também examina a resposta de Bolsonaro e aliados e o impacto potencial nas eleições municipais deste ano. O episódio também traz o debate da nova versão do projeto de lei que os deputados divulgaram nesta quinta-feira, 04, que pretende regulamentar a reforma tributária aprovada pelo Congresso em 2023. Esta nova proposta ainda não é definitiva e a regulamentação deve sofrer alterações até ser votada pelos plenários da Câmara e do Senado e, assim, se tornar lei. Além disso, o episódio foca na corrida pelas emendas parlamentares, analisando como a distribuição de recursos públicos é utilizada como ferramenta política. Assine por R$1,90/mês e tenha acesso ilimitado ao conteúdo do Estadão. Acesse: https://bit.ly/oferta-estadao O 'Estadão Analisa' é transmitido ao vivo de segunda a sexta-feira, às 7h, no Youtube e redes sociais do Estadão. E depois, fica disponível no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência. Apresentação: Carlos AndreazzaEdição/Pós-produção: Jefferson PerlebergCoordenação: Gabriel Pinheiro e Everton OliveiraSee omnystudio.com/listener for privacy information.
Lula desacelera e manda preservar arcabouço fiscal morto
04-07-2024
Lula desacelera e manda preservar arcabouço fiscal morto
Apresentado pelo colunista Carlos Andreazza, programa diário no canal do Estadão no YouTube trará uma curadoria dos temas mais relevantes do noticiário, deixando de lado o que é espuma, para se aprofundar no que é relevante. No “Estadão Analisa” desta quinta-feira, 04, o colunista Carlos Andreazza comenta a recente desaceleração do presidente Lula em relação às reformas econômicas, especialmente no que diz respeito à preservação do arcabouço fiscal. Andreazza avalia de maneira crítica as decisões do governo e o impacto potencial sobre a credibilidade fiscal do país e o ambiente de negócios. Outro tema do episódio é a suspensão indefinida do leilão do arroz. Andreazza explora as razões por trás dessa decisão, examinando seus efeitos na cadeia de abastecimento e nos preços do alimento. A decisão foi tomada após as empresas que venceram o leilão apresentarem fragilidades na importação do alimento, que seria responsável pela compra de 263 mil toneladas de arroz. O colunista também da continuidade na discussão sobre as regulamentações da aguardada reforma tributária, que estão sendo discutidas no Congresso Nacional. Assine por R$1,90/mês e tenha acesso ilimitado ao conteúdo do Estadão. Acesse: https://bit.ly/oferta-estadao O 'Estadão Analisa' é transmitido ao vivo de segunda a sexta-feira, às 7h, no Youtube e redes sociais do Estadão. E depois, fica disponível no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência. Apresentação: Carlos AndreazzaEdição/Pós-produção: Jefferson PerlebergCoordenação: Gabriel Pinheiro e Everton OliveiraSee omnystudio.com/listener for privacy information.