Morning Gallo #0433: Futuros em NY avançam e se encaminham para 7ª semana de ganhos

Morning Call by Allure Capital - Mercado Financeiro, Política, Geopolítica, História e Economia

15-12-2023 • 26 min

Quer ajuda com os seus investimentos? Acesse: https://investir.experato.com.br/fale-com-um-assessor / Cod Troca de Assessoria XP: 36194 / Abra uma conta e comece a investir com a nossa assessoria: https://cadastro.xpi.com.br/desktop/step/1?assessor=A36194 /


As principais bolsas asiáticas encerraram a sexta-feira no terreno positivo (exceção aos índices chineses), na mesma direção dos futuros em Wall Street, depois que o Federal Reserve validou as apostas de que em breve passará para uma política menos restritiva, o que empurrou os indicadores do mercado de ações para suas máximas históricas.

O índice Stoxx Europe 600 sobe 0,4% depois de atingir seu nível mais alto desde janeiro de 2022, rumo a uma quinta semana de ganhos, enquanto nos EUA, o S&P 500 se encaminha para o seu sétimo avanço semanal consecutivo.

A decisão do Fed desencadeou um frenesi especulativo esta semana ao validar as apostas de que a entidade está pronta para declarar vitória sobre a inflação, o que viabilizaria cortes futuros em suas taxas.

À medida que a semana chega ao fim, os investidores ainda têm de enfrentar o maior vencimento de opções já registrado nesta e o seu potencial para provocar volatilidade nos mercados. Incríveis US$ 3,1 trilhões em contratos em aberto estão programados para expirar ou serem rolados para o novo ano.

O otimismo também foi impulsionado na sexta-feira pela decisão da China de injetar uma quantidade recorde de dinheiro na economia, o que coincidiu com o apoio renovado ao setor imobiliário.

Entre as commodities, o petróleo se encaminha para registrar seu primeiro ganho semanal em quase dois meses, já que a posição mais recente do Fed desencadeou um pulso de alta nos mercados.

Por aqui, na maior derrota do governo Lula e do ministro da Fazenda, Fernando Haddad (PT) até o momento, o Congresso derrubou de forma integral 9 vetos presidenciais e outros 4 parcialmente nesta 5ª feira (14). Haverá limitação para o Planalto em 2024 fazer investimentos. As votações foram por ampla margem de votos contrários à administração petista.

No caso da desoneração da folha de pagamentos para empresas de 17 setores da economia e para prefeituras de cidades com até 142 mil habitantes, o placar no Senado foi de 60 votos contra o Planalto e só 13 a favor. Na Câmara, foram 378 votos contrários e apenas 78 a favor.

A derrubada da oposição de Lula a esse instrumento produzirá uma despesa extra de R$ 18,4 bilhões. Isso é mais da metade do que os R$ 35 bilhões estimados pelo governo em receitas extras com a MP 1.185 (a que acaba com subvenção a empresas para pagar menos impostos).

--- Send in a voice message: https://podcasters.spotify.com/pod/show/allurecapital/message