PODCAST

Por Dentro da Saúde

ANAHP

Por Dentro da Saúde é o podcast da Anahp - Associação Nacional de Hospitais Privados, que busca aprofundar o debate sobre os temas em pauta no setor hospitalar e conversar com especialistas que vivem o dia a dia e os bastidores da saúde.

A saúde no Brasil em 2023: desafios, prioridades e mudanças necessárias
14-06-2022
A saúde no Brasil em 2023: desafios, prioridades e mudanças necessárias
Em abril de 2022, a Anahp lançou a pesquisa da opinião pública "A saúde que os brasileiros querem", realizada pelo PoderData. O lançamento aconteceu durante evento da Associação na Hospitalar 2022, que tanto apresentou os resultados da pesquisa em primeira mão quanto abriu espaço para um debate entre representantes de diferentes linhas políticas sobre o futuro da saúde, considerando o ano eleitoral no Brasil. Participantes: Antônio Britto, diretor-executivo da Anahp e moderador do debate; Rodolfo Costa Pinto, coordenador do PoderData; Paulo Silva Pinto, editor sênior no Poder360; Denizar Vianna, professor da Faculdade de Medicina da UERJ e ex-secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde; Humberto Costa, senador (PT) e ex-ministro da Saúde; Leandro Piquet, professor do Instituto de Relações Internacionais da USP e coordenador do Programa de Governo de Luiz Felipe D'Ávila (Novo) à Presidência da República; e Osmar Terra, deputado federal (MDB). Neste episódio especial do Por Dentro da Saúde, você acompanha os destaques desse evento, incluindo a análise da pesquisa que ouviu mais de 3 mil pessoas em todos os estados e no Distrito Federal, considerando ambos sistemas público e privado - 83% usuários do SUS e 17% da saúde suplementar, mesmos percentuais do universo pesquisado. Faça o download gratuito da pesquisa para conferir todos os resultados. Segundo o levantamento: 4 entre 10 brasileiros reprovam a saúde no Brasil;45% aprovam o SUS, mas apontam carências: exames e consultas são o maior desafio para 8 entre 10 usuários e a falta de médicos é a principal queixa de quem vai a postos de saúde;5 em cada 10 brasileiros que pagam pela saúde suplementar não estão satisfeitos;A qualidade dos profissionais é o que mais pesa na hora de avaliar um hospital, para 43%;73% dos brasileiros gastam até 33% da renda com despesas de saúde;Saúde é prioridade do brasileiros, mas 71% dos usuários SUS e 85% da saúde suplementar não fazem atividade de prevenção;E, para a maioria, mais investimentos em inovação e tecnologia (28%) e mais medicamentos gratuitos pelo SUS (22%) deveriam ser as prioridades para o próximo governo.
Mercado de saúde: movimentações hospitalares e de grandes redes
12-05-2022
Mercado de saúde: movimentações hospitalares e de grandes redes
O assunto deste novo episódio do Por Dentro da Saúde é sobre as movimentações do mercado da saúde no Brasil e como instituições hospitalares e redes de saúde têm atuado em um setor tão aquecido. A saúde tem se apresentado como um dos mercados mais dinâmicos do Brasil. Nos últimos dois anos o setor lidera o ranking de fusões e aquisições e contempla as maiores operações de compra de empresa no país. Somente no segundo trimestre de 2021 foram 32 transações – 78% a mais do que no primeiro trimestre. Um levantamento da ondina investimentos mostra que este número representa uma transação de aquisição e fusão a cada três dias. Outro dado é que, do início de 2021 até março deste ano, foram cerca de 150 transações que movimentaram mais de 20 bilhões de reais, segundo uma reportagem publicada pelo jornal Estadão. Entre tantos players, grandes redes de saúde estão atuantes neste cenário e têm protagonizado importantes transações. Neste episódio do Por Dentro da Saúde, contamos mais sobre a atuação da Rede Mater de Saúde e da Dasa que, cada uma a seu modo, ganham destaque no mercado. Com mais de 40 anos de história, a Rede Mater Dei abriu capital em 2021 e, desde então, tem realizado transações importantes, como a compra do Grupo Porto Dias, o maior de saúde da região Norte do país, e a inauguração recente de um complexo hospitalar em Salvador, na Bahia. E a Dasa, que hoje é um dos maiores grupos de saúde do Brasil, tem sob seu guarda-chuva hospitais, laboratórios de medicina diagnóstica e centros médicos. E que também tem protagonizado grandes transações de M&A. Quem nos ajuda a contar essas histórias são: - José Henrique Salvador, diretor de Operações na Rede Mater Dei de Saúde - Romeu Côrtes Domingues, presidente-executivo do Conselho de Administração da Dasa e integrante do Conselho de Administração da Anahp.
Qualidade na saúde: o que é e por que medir?
06-12-2021
Qualidade na saúde: o que é e por que medir?
A qualidade é premissa básica para todos os envolvidos na saúde - profissionais do setor, hospitais, operadores de planos de saúde, etc. Mas o que será que significa qualidade em saúde e quais são as suas dimensões? Quais os mecanismos para mensurar estes indicadores e como este tema é visto por quem atua no setor? Este episódio é um convite para mergulhar neste universo da qualidade e saúde e descobrir em que direção o Brasil caminha neste sentido. A qualidade da atenção prestada e a segurança do paciente é uma das principais bandeiras levantadas pela Anahp desde sua formação, há 20 anos. E neste ano, a associação intensificou o trabalho de divulgação dos indicadores de qualidade hospitalar. Este material, gratuito e já disponível para downlaod, é uma das raras fontes de informação do setor hospitalar que, além de proporcionar benchmarking, tem a pretensão de servir de parâmetro para beneficiários e contratantes de serviços de saúde. O que, na prática, significa democratizar o acesso à informação.  Já ficou claro que a qualidade deve se tornar prioridade na saúde no pós-pandemia. Apesar de todos os males e muitas vidas perdidas, a crise que vivemos tem evidenciado ainda mais a importância desse tema para quem busca entregar cuidado e prestar assistência com valor. Mas, apesar da qualidade ser uma das premissas mais básicas em qualquer sistema de saúde, a realidade nem sempre reflete esse princípio. A qualidade é uma cultura, e muitos fatores precisam estar alinhados para que a entrega seja completa. Processos bem estabelecidos, protocolos alinhados, equipe integrada, mensuração de dados e compartilhamento de informações, por exemplo, são passos fundamentais nesse processo. Sem contar a importância de mecanismos que atestam a qualidade, como o caso das acreditações hospitalares de mais certificações específicas. Hoje, no Brasil, podemos dizer que apenas cerca de 6% dos mais de 6 mil hospitais do país são acreditados. Mas o fato é que qualidade não se faz sozinho. Para que o resultado chegue, é preciso uma conscientização coletiva, de todos os elos do setor, e muita cooperação. Para falar sobre tudo isso, o Por Dentro da Saúde traz, neste episódio, dois convidados especialistas no tema: - Paulo Borem, diretor sênior do Institute for Healthcare Improvement (IHI) para a região da América Latina - Pedro Villela, diretor-adjunto substituto da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS)